Saiba como calcular a distância segura de frenagem

Frear com segurança e evitar batidas depende também da distância para outros veículos
KTM 390 Duke 2017

KTM 390 Duke 2017 | Imagem: Divulgação

Muitas vezes os acidentes com motociclistas acontecem porque não deixam uma distância segura entre os carros ao redor e às motos. E esse comportamento é fundamental para manter-se seguro, pois muitas batidas estão relacionadas ao fato de o condutor ter tido tempo suficiente para parar ou desviar.

A distância de parada da motocicleta deve ser levada em conta somando-se a distância de reação e a distância de frenagem. Muitos motociclistas esquecem que, após ver o perigo, ainda há um tempo para reagir. Por isso, veja as dicas a seguir para evitar choques no futuro:

Veículo à frente

A distância de seguimento é a relação entre você e o veículo à frente e ela deve ter o espaço suficiente para realizar a parada do veículo normalmente ou, em caso de emergência, sem risco de colidir.

Distância de parada

Esta é aquela que falamos no começo: intervalo decorrido desde a percepção de risco pelo condutor até a parada total do veículo, incluindo o tempo para tirar a mão do acelerador e começar a frear até o espaço a partir do momento em que a frenagem começou a ser efetuada.

Distância segura

É difícil estabelecer uma distância segura para cada moto, uma vez que algumas possuem ABS e outras não. Além disso, diversos fatores como pista molhada, temperatura, tipo e condição da via, peso da motocicleta, condições dos pneus e de freio são importantes para determinar uma frenagem de sucesso. Mas é fácil calcular a melhor distância:

  • Espero o veículo à frente passar por um objeto fixo, que pode ser um poste ou uma placa;
  • Comece a contar o tempo entre você e o ponto fixo;
  • O tempo entre você e este ponto, a 40 km/h, deve ser de no mínimo dois segundos. Mas este método serve apenas para condições favoráveis de tempo e via. Em outros casos, eleve o tempo de distância.
Assine a newsletter semanal do AUTOO!