Teste: Harley-Davidson CVO Limited

A mais exclusiva e impressionante moto da marca norte-americana nasceu para a estrada
Harley-Davidson CVO Limited 2021

Harley-Davidson CVO Limited 2021 | Imagem: Divulgação

A Harley-Davidson CVO Limited foi projetada e tem em seu DNA a vocação para a estrada. Quanto maior a distância percorrida, mais você poderá curtir todos os recursos e se empolgar na pilotagem desta touring. MOTOO avaliou a moto mais cara da marca americana, que custava R$ 214.500 na linha 2020. É também seu modelo mais exclusivo e impressionante.

Em baixa velocidade, o cuidado tem que ser redobrado, uma vez que é necessário fazer força nas manobras e você deve analisar muito bem onde estacionar. Como a CVO Limited não possui marcha à ré, uma parada desatenta pode gerar um grande problema.

Dinâmica

A posição de pilotagem da CVO Limited é extremamente confortável. Ela tem uma ergonomia muito bem projetada e permite que você possa pilotar por vários quilômetros sem se preocupar com paradas para descanso. O banco do piloto com o pequeno encosto lombar ajuda a não forçar as costas.

Nas curvas, os freios poderosos dão conta de reduzir a velocidade rapidamente, criando uma sensação de muita segurança. Na dianteira, encontramos dois discos de 300 mm e pinças de quatro pistões. Na traseira, o sistema é idêntico, porém com disco único. 

Apesar do tamanho e peso, a CVO Limited contorna as curvas com precisão. Quem olha para a CVO Limited nem imagina o quão ágil ela é, uma máquina deliciosa para ser pilotada na estrada!

Motor

O Milwaukee-Eight 117 é potente e oferece acelerações e retomadas muito rápidas mesmo com todo peso e tamanho da moto, o que acaba oferecendo uma diversão extra durante a viagem. Embora a Harley não divulgue, sua potência é estimada em cerca de 106 cv a 5.250 rpm.

O V2 tem 17,2 kgfm a baixas 3.500 rpm, mas basta deslizar a mão pelo acelerador que a surpresa aparece. A linha Touring tem o motor sobre coxins, deixando a CVO com bem pouca vibração.

Um ponto que chamou atenção negativamente é o para-brisa, uma vez que deformar a visão dependendo do angulo que você olha. Isso incomoda e causa certo desconforto visual.

Entre os acessórios que colaboram para uma condução mais relaxada destacamos o piloto automático, o qual ajuda a relaxar e descansar os punhos e braços, bem como o poderoso sistema de som, ao qual você pode conectar seu smartphone via Bluetooth ou cabo USB. Os aquecedores de manoplas também são elogiáveis. 

Harley-Davidson CVO Limited 2021
Harley-Davidson CVO Limited 2021
Imagem: Divulgação

Conclusão

A CVO é uma moto para grandes distâncias, confortável o bastante para seguir por horas em qualquer estrada. Incrível como uma touring de mais de 400 quilos pode ser tão bacana para andar e se divertir na estrada.

Quanto às dificuldades nas manobras, esse é um detalhe a ser observado, contudo mesmo ao rodar em baixa velocidade no trânsito urbano até que a CVO Limited surpreendeu, porém, ela deixa claro que o melhor mesmo é colocá-la na estrada. Por fim, o motor garante ao piloto uma sensação muito agradável de controle total, em especial em um modelo do porte da CVO. 

Ficha técnica

Motor: bicilíndrico em V, OHV, 8 válvulas
Cilindrada: 1.923 cm³
Torque máximo: 17,23 kgfm a 3.500 rpm
Diâmetro x curso:103,5 mm x 114,3 mm
Taxa de compressão: 10,2:1
Quadro: berço duplo em aço
Cáster: 26°
Trail: 170 mm 

Câmbio: 6 velocidades

Suspensão dianteira: garfo telescópico de 49 mm com 117 mm de curso
Suspensão traseira: dois amortecedores com curso de 76 mm com ajuste de pré-carga

Freio dianteiro: 2 discos de 300 mm, pinça de 4 pistões (ABS)
Freio traseiro: disco de 300 mm, pinça de 4 pistões (ABS)

Pneu Dunlop D408F e D407
Roda dianteira: 130/60 ZR 19 (61H)
Roda traseira: 180/55 ZR 18 (80H)

Comprimento: 2.600 mm
Largura: 1.080 mm
Altura do assento: 760 mm
Entre-eixos: 1.625 mm
Peso: 431 kg
Tanque: 22,7 litros

 
Assine a newsletter semanal do AUTOO!

Tudo sobre a Harley-Davidson CVO Limited

Harley-Davidson CVO Limited