Cada vez mais a locomoção nos grandes centros urbanos parece algo desafiador. Os espaços diminuem, a quantide de veículos nas vias aumenta e os congestionamentos tornam-se cada vez mais frequentes em qualquer horário, muitas vezes atrapalhando nossos compromissos. Assim, várias opções de mobilidade estão aparecendo e mudando nossa forma de nos deslocarmos por aí. Os scooters, por exemplo, estão conquistando cada vez mais novos adeptos, tanto que o crescimento em vendas esperado para 2019 é de quase 18%, repetindo o bom desempenho de 2018. Motivos para isso não faltam afinal os modelos dessa categoria são fáceis de pilotar, práticos, leves, econômicos e, em sua maioria, baratos. Por tudos isso, eles também são boas portas de entrada para quem deseja experimentar a vida sobre duas rodas.

No universo dos scooters, uma novidade que merece bastante destaque é a nova Honda Elite 125, modelo que chega ao mercado com ótimas credenciais, como pudemos constatar em nossa avaliação do modelo ao longo de uma semana. 

O motor de 125 cc refrigerado a ar e 9,34 cv já pode ser apontado logo de cara como um dos atributos positivos do scooter. Ele entrega um nível de desempenho bem interessante nas acelerações e retomadas, claro que considerando a proposta da Elite 125, o que proporciona ao piloto ultrapassagens de maneira segura e ágil. O peso do Elite 125, de apenas 104 kg, facilita o controle dinâmico e agrada em cheio o publico feminino. Afinal, hoje 30% das vendas de scooters são direcionadas para as mulheres. A baixa vibração do motor também é um ponto positivo, que vale mencionar.

O consumo, sem dúvida, agradou. Chegamos a fazer quase de 54 km/l de média com gasolina no uso urbano e mesmo com seu pequeno tanque de combustível, de 6,4 litros, a Elite 125 chega a ter autonomia superior a 300 km. Aqui, fica uma observação. O compartimento embaixo do banco, onde existe espaço para o capacete ou para transportar pequenas compras, apresentou um odor de combustível, aparentemente por uma vedação não eficiente ou pelo próprio sistema de respiro. É algo que chega a incomodar, principalmente quando deixamos o capacete guardado e o tanque está cheio.

O sistema de freio é adequado e eficiente. A Honda adotou na Elite 125 um disco dianteiro de 190 mm atuando em conjunto com um tambor na roda traseira. A Elite 125 ainda conta com o sistema de frenagem combinada (CBS), por meio do qual, ao acionarmos o freio traseiro, 30% da força de frenagem é automaticamente enviada para a roda dianteira. Com isso, temos uma frenagem mais estável, segura e com menores riscos de acidentes para os iniciantes.

Um aspecto negativo que está presente na maioria dos scooters também está presente no Elite, no caso envolvendo o conjunto de suspensão. O curso não muito generoso e as rodas pequenas (aro 10″ na traseira e 12″ na dianteira ) acabam comprometendo o conforto. Porém, no caso do Elite, a Honda conseguiu ao menos minimizar o problema. O novo scooter apresentou um comportamento melhor que os concorrentes nesse quesito.

Com um garfo telescópico de 90 mm de curso na dianteira e um monoamortecedor traseiro com 70 mm de curso, a suspensão é macia no início da atuação do conjunto, ficando bem mais firme próxima do fim de curso. O banco com formato anatômico e espuma mais macia e espessa, ajuda a melhorar a sensação de conforto na pilotagem, bem como os pneus de perfil mais alto. Com isso, a Elite 125 consegue lidar melhor com pavimentos irregulares e imperfeições do piso.

O design é baseado em linhas retas com muitos detalhes e ângulos envolventes ao redor do conjunto ótico em LED, tipo de iluminação que colabora para a segurança do piloto ao destacar o scooter dos outros veículos na via. O Honda Elite 125 ainda conta com vários espaços para transporte de objetos e um generoso compartimento embaixo do banco, além de dois portas objetos na proteção frontal e um gancho para mochilas ou sacolas. Ainda é possível instalar um baú para quem precisa transportar mais cargas. 

Com não é possível deixar a moto engatada ao estacionar em declives, o Elite 125 traz freio de estacionamento, exclusivo para o modelo e muito útil. 

O painel completamente digital conta com fundo escuro e os números são destacados em um tom azul claro. O display é completo, agradável e oferece fácil visualização. O velocímetro está na parte central e conta com grande destaque. Ao redor dele ainda encotramos o relógio, hodômetro, luzes-espia e marcador de combustível. O assoalho do Honda Elite 125 ainda oferece bom espaço para o pés e mantem as costas ereta, oferecendo uma pilotagem com bastante conforto e segura. 

O Honda Elite 125 chega ao mercado com quatro opções de cores: Azul Perolizado, Vermelho Perolizado, Branco e Preto. O modelo está disponível em apenas um única configuração, com preço sugerido de R$ 8.250.

Em resumo, para quem busca uma mobilidade mais eficiente pela cidade, além de economia nos gastos, agilidade e não quer gastar muito com isso, o novo Honda Elite 125 é uma boa opção. 

Banco do garupa - nota 9,0

“Grande, espaçoso e confortável. Por ser duplo, o assento da Elite 125 deixa o garupa independente do piloto e as penas ficam levemente flexionadas de forma confortável. Também encontramos uma boa visibilidade como passageiros no scooter". Opinião de Alessandra B. Lazzari 

 
 
Honda Elite 125
 
Honda Elite 125
Honda Elite 125
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
Honda Elite 125 2019
Honda Elite 125 2019
 
 

Ficha Técnica - Honda Elite 125

Motor: monocolíndrico, OHC, 4 tempos, arrefecimento a ar

Capacidade cúbica: 124,9 cm³

Diâmetro x Curso: 52,4 X 57,9 mm

Potência Máxima: 9,34 cv a 7.500 rpm

Torque Máximo: 1,05 kgf.m a 6.000 rpm

Sistema de Alimentação: Injeção eletrônica PGM-FI

Sistema de Lubrificação: Forçada por bomba trocoidal

Relação de Compressão: 9.8:1

Tanque de Combustível: 6,4 litros

Transmissão: CVT

Embreagem: Automática centrífuga (tipo seco)

Óleo do Motor: 0,9 litro (0,8 litro para troca)

Sistema de Partida: Elétrica

Combustível: Gasolina

Ignição: Eletrônica

Bateria: 12V – 6Ah

Farol: LED

Chassi: Monobloco (underbone) tubular

Suspensão Dianteira/curso: Garfo telescópico/90 mm

Suspensão Traseira/curso: Monoamortecida/70 mm

Freio Dianteiro/Diâmetro: Disco/190 mm

Freio Traseiro/Diâmetro: Tambor/130 mm com CBS

Pneu Dianteiro: 90/90 12M/C

Pneu Traseiro: 100/90R 10M/C

Comprimento x Largura x Altura: 1.735 mm x 689 mm x 1.118 mm

Distância entre Eixos: 1.223 mm

Distância Mínima do Solo: 133 mm

Altura do Assento: 772 mm

Peso Seco: 104 kg 

Experiente motocicista há mais de 30 anos, José Luiz é um designer amante das duas rodas e colabora com suas avaliações no Motoo

José Luiz Lazzari | http://www.jlldesign.com.br/