Vendas de motos já caíram mais de 70% no Brasil

Acumulado de abril mostra queda expressiva do mercado de motocicletas. Apenas cinco motos foram melhor neste mês
BMW S 1000 RR 2020

BMW S 1000 RR 2020 | Imagem: Divulgação

Com a pandemia da Covid-19 forçando as pessoas a praticarem o distanciamento social, os impactos nas vendas de motocicletas já eram aguardados. Tendo fábricas paralisadas e lojas fechadas, os dados do Renavam para o acumulado de abril até o momento já dão uma primeira noção do “tamanho do tombo” que devemos aguardar para o mercado.

Nas vendas até o dia 26 de abril, o Brasil comercializou 19.903 motocicletas 0 km, uma diferença de 54.997 unidades sobre o que foi registrado em março: 74.900. Até o momento a queda média do mercado está em 73,43% na comparação do acumulado deste mês com o período anterior.

Apenas cinco motos cresceram em vendas

Neste comparativo, apenas cinco das 225 motocicletas registradas no Renavam venderam mais em abril até agora do que em março. Modelos como Honda Goldwing 1800 ou a superesportiva a Ducati Panigale 959 não emplacaram no mês passado e tiveram cada uma apenas uma unidade comercializada em abril. A Harley-Davidson XL 883 tem 24 unidades em abril, contra 10 em março. A BMW S1000RR passou de 35 unidades no mês passado para 38 em abril. Por último, a Kawasaki Ninja 1000 “triplicou” as vendas, indo de uma unidade para três no acumulado do mês até agora.

Scooters caíram mais do que a média de mercado

Com foco em mobilidade urbana, as vendas de scooters têm sido mais afetadas pela pandemia que a média do mercado. Entre os quatro mais comercializados, o que caiu menos foi o Yamaha NEO 125, com 76,24%. Por outro lado, o Yamaha NMax 160 caiu 90,39% na comparação das vendas de março com o acumulado de abril. Com quedas de 85,94% e 85,79%, respectivamente, os Honda PCX 150 e Elite 125 também caíram acima da média do mercado.

Campeã de vendas, Honda CG mal deve passar de 6 mil unidades

Apesar do cenário sombrio, a Honda CG 160 não dá sinais de que vai deixar a liderança. No entanto, seus números em abril estão bem mais modestos do que o de costume. Em abril até o momento, o modelo teve 5.666 unidades comercializadas, contra 21.620 no mês de março. A queda da líder já é de 73,79% até agora.

Veja as 10 motos mais comercializadas em abril de 2020 até o momento
Modelo / vendas em março / vendas em abril / diferença em %

1º Honda CG 160 - 21.620 / 5.666 / -73.79%
2º Honda Biz - 11.983 / 3.641 / -69.62%
3º Honda NXR 160 Bros - 8.049 / 2.368 / -70.58%
4º Honda Pop 110i - 7.314 / 2.034 / -72.19%
5º Honda CB 250F Twister - 2.400 / 628 / -73.83%
6º Honda XRE 300 - 2.094 / 492 / -76.50%
7º Yamaha Fazer 250 - 1.771 / 485 / -72.61%
8º Yamaha YBR 150 Factor - 1.613 / 465 / -71.17%
9º Honda XRE 190 - 1.200 / 423 / -64.75%
10º Yamaha XTZ 150 Crosser - 1.552 / 398 / -74.36%
 

Honda CG 160 2019
Até mesmo a Honda CG registra queda nas vendas de mais de 70%
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!