XRE 300 ou Lander: confira o que Honda e Yamaha têm de melhor

Eternas rivais, dupla de aventureiras intermediárias gera dúvidas entre os compradores. Veja o que cada uma traz
Honda XRE 300 ou Yamaha Lander 250?

Honda XRE 300 ou Yamaha Lander 250? | Imagem: Motoo

Desde os tempos de XL250 e DT180, Honda e Yamaha dividem os compradores de motos aventureiras intermediárias. Atualmente, a briga mais recente é entre a XRE 300 e a Lander 250. Com propostas similares, mas abordagens diferentes, são duas das raras opções abaixo de R$ 20.000 nesse segmento de média cilindrada. 

Nas vendas, são as motos da Honda e da Yamaha que comandam e, ao longo do ano, XRE e Lander se revezaram no ranking das motos mais vendidas. Mesmo com a primeira conseguindo a liderança na maioria das vezes, a segunda manteve sua presença forte no segmento. Vamos ver o que cada uma oferece?

Preços (sem frete):
Honda XRE 300 ABS: R$ 19.340
Yamaha XTZ 250 Lander: R$ 18.890

Honda XRE 300 2019
Honda XRE 300
Imagem: Divulgação

Mecânica:
Honda XRE 300 ABS
Motor: monocilíndrico, DOHC, 4 válvulas, arrefecimento a ar e óleo, flex
Cilindrada: 291,6 cm³
Potência: 25,6 cv (etanol)
Torque: 2,80 kgfm (etanol)
Alimentação: injeção eletrônica
Partida: elétrica
Câmbio: cinco marchas
Tanque: 13,8 litros
Peso a seco: 148 kg

Yamaha XTZ 250 Lander
Motor: monocilíndrico, SOHC, 2 válvulas, arrefecimento a ar e óleo, flex
Cilindrada: 249 cm³
Potência: 20,9 cv (etanol)
Torque: 2,10 kgfm (etanol)
Alimentação: injeção eletrônica
Partida: elétrica
Câmbio: cinco marchas
Tanque: 13,1 litros
Peso (em ordem de marcha): 153 kg

Equipamentos de série

Honda XRE 300 ABS: partida elétrica, rodas raiadas, painel de instrumentos digital, freio a disco na dianteira e na traseira, freios ABS nas duas rodas, trip A e B, relógio, marcador de combustível, computador de bordo e iluminação completa por LEDs.

Yamaha XTZ 250 Lander: partida elétrica, rodas raiadas, painel de instrumentos digital, freio a disco na dianteira e na traseira, sistema de freios ABS na dianteira apenas, trip A e B, relógio, marcador de combustível, computador de bordo e farol com lâmpadas de LED.


Suspensão, Rodas e Pneus
Honda XRE 300 ABS
Dianteira: garfo telescópico, 245 mm de curso; roda de 21 polegadas; pneu 90/90-21
Traseira: monoamortecedor, 220 mm de curso; roda de 18 polegadas; pneu 120/80-18

Yamaha XTZ 250 Lander
Dianteira: garfo telescópico, 220 mm de curso; roda de 21 polegadas; pneu 80/90-21
Traseira: monoamortecedor com link, 204 mm de curso; roda de 18 polegadas; pneu 120/80-18

Yamaha Lander 2019
Yamaha Lander 250
Imagem: Yamaha

Conclusão

No papel, a Yamaha Lander tem algumas vantagens sobre a sua principal rival. É mais barata e oferece um nível de equipamentos similar. Na comparação com a lista de itens de série da Honda XRE, fica devendo o ABS na traseira e lâmpadas de LED para os piscas. Porém, seu motor é mais simples e menos potente. Se baixa complexidade e durabilidade no longo prazo é importante, a Lander é uma opção. No entanto, a XRE 300 é mais completa e potente, o que justifica seu preço maior.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!

Tudo sobre a Honda XRE 300

Honda XRE 300