Yamaha MT-09 ganhará motor maior e mais potente

Potência da motocicleta japonesa deve chegar a 118 cv ao mesmo tempo em que a emissão de poluentes cairá para atender a legislação Euro 5
Yamaha MT-09 2020

Yamaha MT-09 2020 | Imagem: Divulgação

A MT-09, mais potente motocicleta da série MT, deve ficar ainda mais forte na linha 2021 na Europa. A razão é que a Yamaha terá de atender aos requisitos do programa de emissões Euro 5 e para isso usurá uma estratégia que tem sido comum na indústria, aumentar o volume do motor.

A informação foi descoberta pelo site Motorcycle ao analisar os resultados publicados pelo governo alemão e que mostram um novo modelo da Yamaha, o MTN890D. Segundo a publicação, trata-se da nomenclatura da série MT indicando um volume de cerca de 890 cc – atualmente a MT-09 possui o código MTN850 em referência aos 847 cc.

Com isso, o motor da moto deve ver sua potência ampliada de 114 para 118 cv sem que isso influencie no aumento de emissões. É justamente o contrário, no caso da MT-09, que passou a emitir 366 mg/km de monóxido de carbono em vez de 525 mg/km da versão atual.

Outras motos têm seguido esse mesmo caminho como a Africa Twin CRF1100L, a Ducati Multistrada 1260 e a BMW R1250. Acredita-se que a Yamaha deverá estender a modificação para outras motos vendidas no exterior como a Tracer 900, XSR900 e Niken, disse o site.

Ainda não se sabe se a novidade poderá ser incorporada à MT-09 vendida no Brasil nem quando o modelo 2021 chegará ao mercado europeu.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!

Tudo sobre a Yamaha MT-09

Yamaha MT-09