Yamaha renova a Fazer 150 indiana

Linha 2021 dos modelos FZ-FI e FZS-FI incrementa o nível de tecnologia embarcada na dupla de motos
Yamaha FZ-FI 150 2021

Yamaha FZ-FI 150 2021 | Imagem: Divulgação

A linha FZ da Yamaha compreende os modelos esportivos da empresa globalmente. Por aqui, a representante mais acessível é a Fazer 250, oferecida como FZ-25 na Ásia. Também temos a Fazer 150, mas tal modelo é da família YS de modelos de entrada, como as Factor 125 e 150. No entanto, na Índia, também existe uma Fazer 150 e é uma legítima integrante da família FZ. Por lá, as FZ-FI e FZS-FI receberam novidades para a linha 2021.

Ambas receberam novas opções de pintura. Já a primeira passa a contar com um mecanismo de segurança que não permite que o motor funcione com o descanso lateral baixado. A FZS-FI, por sua vez, tem disponível um sistema de conectividade via Bluetooth que, entre outras funções, permite acender os faróis, ligar o pisca-alerta e checar o nível de bateria. A última também recebe um novo emblema tridimensional da marca no tanque.

A Yamaha diz que também alterou o escapamento das FZ-FI e FZS-FI para melhor o ronco do motor. Elas também estão mais leves: 135 kg, 2 kg a menos que na versão anterior. O sistema de freio antitravamento (ABS) na roda dianteira também é item de série para ambas as motos. Os preços da FZ-FI 2021 indiana partem de 103.700 rúpias (R$ 7,6 mil), enquanto cobram-se 107.200 rúpias (R$ 7,9 mil). A nossa Fazer 150 é bem mais cara: R$ 12.490 e não tem ABS.

A ligação entre as FZ-FI indianas e a brasileira fica clara na motorização. Ambas utilizam o mesmo propulsor monocilíndrico de 149 cm³ com arrefecimento a ar, comando simples no cabeçote e duas válvulas por cilindro. Lá, entrega 12,4 cv de potência e 1,4 kgfm de torque com gasolina. Aqui, a moto gera a mesma potência, mas com etanol, e o torque é um pouco menor: 1,3 kgfm.

Yamaha FZS-FI 150 2021
Yamaha FZS-FI 150 2021
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!