Yamaha tem a solução para motos elétricas: trocar a bateria

Com rápida substituição da bateria, scooter EC-05 é uma ótima ideia para percursos urbanos
Yamaha EC-05

Yamaha EC-05 | Imagem: Divulgação

Um dos grandes problemas em ter um veículo elétrico é o custo da bateria e a troca, que não é nada fácil. Além do valor, muitas delas são de difícil acesso, até para impedir que os consumidores mais curiosos danifiquem o equipamento.

Mas a Yamaha parece ter encontrado o caminho para baratear tal tecnologia e expandir as possibilidades de venda pois apresentou, em parceria com a fabricante de scooter elétricos Gogoro, a elétrica EC-05. A Scooter funciona com duas baterias de íon lítio de alta capacidade que podem ser carregadas em casa ou substituídas em pontos de troca. O experimento está acontecendo em Taiwan e são mais de mil pontos para fazer a troca da fonte de energia.

Ou seja, basta parar em uma estação e substituir a bateria vazia pela recarregada. Para isso há venda automática com planos para o usuário. Dependendo do plano, o custo aumenta e o top oferece trocas ilimitadas. Apesar da troca fácil, as baterias da Gogoro têm vida útil de até oito anos.

A tecnologia é da Gogoro, mas o desenho foi desenvolvido pela Yamaha. Contudo, informações técnicas não foram divulgadas pelas marcas e é provável que a EC-05 venha com motor de 7 kW (ou 9,5 cv) e alcance até 90 km/h. Com uma bateria cheia é possível rodar cerca de 75 quilômetros. 

 
Assine a newsletter semanal do AUTOO!