Yamaha Ténéré pode voltar com motor da MT-03

Alternativa mais aventureira à Lander, modelo deixou de ser oferecido em 2018, mas marca está de olho no segmento
Yamaha Ténéré 250 2016

Yamaha Ténéré 250 2016 | Imagem: Divulgação

Em 2018, a Yamaha renovou a Lander 250 que, enquanto não recebeu atualizações mecânicas, passou por uma renovação visual mais profunda. No entanto, naquele ano, a marca tomou uma decisão polêmica: tirar a Ténéré 250 (foto) de linha e deixar como opcional na Lander equipamentos para quem quer a agilidade da trail com comodidades como para-brisas e bagageiros, como ocorria na moto que saiu de linha.

Enquanto a Yamaha ainda deve apresentar a nova Ténéré 700 no Brasil, os fãs da antiga Ténéré 250 temiam ficarem órfãos de uma aventureira menor em nosso mercado. No entanto, esse destino pode mudar. Em entrevista ao site italiano Motociclismo, Fabrizio Corsi, gerente de comunicações da marca para aquele país, deu pistas do que pode estar por vir nesse segmento.

De acordo com o porta-voz, a Yamaha observa de perto a movimentação da BMW, com a G 310 GS, e da KTM, com a 390 Adventure. Segundo o executivo, foram produtos que receberam muita atenção quando foram apresentados. Assim, se os clientes da Yamaha também demonstrarem interesse, a empresa pode sim oferecer uma aventureira de baixa cilindrada com o motor da MT-03.

A moto citada é uma naked também oferecida no Brasil, o que facilitaria a vinda de uma possível Ténéré 300 para cá. No caso da MT-03, seu preço oficial é de R$ 24.634 na capital paulista. Seu motor é um bicilíndrico paralelo de 321 cm³ com arrefecimento a líquido. Ele é capaz de entregar 42 cv de potência e 3 kgfm de torque. Se instalado em um chassi aventureiro, como é o caso da linha Ténéré, já teria números similares a rivais diretas no segmento, como a Kawasaki Versys-X 300, por exemplo.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!

Tudo sobre a Yamaha Ténéré 250

Yamaha Ténéré 250