BMW R 18: gringos gostam da moto, mas não do preço

Ingleses percorrem 2.400 km a bordo da estradeira alemã e, mesmo assim, acham difícil justificar seu valor
BMW R 18

BMW R 18 | Imagem: Divulgação

Apresentada em abril, a BMW R 18 marcou a estreia da marca bávara no segmento de estradeiras. A novidade chamou a atenção desde o início por seu porte avantajado, visual clássico e cheio de cromados e também pelo gigante motor 1.800 de dois cilindros contrapostos. A novidade já está sendo avaliada na Europa e a BMW Motorrad do Brasil confirmou não haver planos de trazer o modelo para cá.

Uma das publicações que já andou com a BMW R 18 foi o site britânico Motorcycle News. E não foi pouco: a estradeira foi testada em um trecho de mais de 2.400 km indo do Norte ao Sul do Reino Unido. Com tamanha quilometragem, ficou mais fácil entender as principais características da moto em seu habitat natural.

Saiba mais: veja todos os detalhes da nova BMW R 18

Os pontos positivos apontados pelos britânicos ficaram principalmente para o visual. A BMW R 18 chama a atenção por onde passa e não é confundida com outra moto. O motor também foi elogiado. O bicilíndrico conta com 1.802 cm³ de deslocamento. Arrefecido a ar, ele entrega 92 cv de potência e torque máximo de 15,3 kgfm entre 2.000 e 4.000 rpm. Com isso, a publicação apontou pouca ou nenhuma dificuldade para manter ritmos rodoviários, mantendo acelerações fortes e retomadas ágeis, mesmo com a moto pesando 345 kg. “Sabendo a tocada da moto, ela vai te dar um sorriso de orelha a orelha”, afirmaram.

BMW R 18
BMW R 18 tem diversas opções
Imagem: Divulgação

No entanto, foi descrito que a BMW R 18 “está longe de ser perfeita”. Com um curso de suspensão curto (120 mm na frente e 90 mm atrás), os amortecedores trazem um acerto mais firme, o que faz com que a moto acabe transferindo as pancadas mais fortes para o piloto. Além disso, há pouco vão livre em relação ao solo, fazendo com que a R 18 raspe em lombadas, além de bater as pedaleiras no asfalto com certa facilidade na hora de fazer curvas.

Mas foi notado também que a moto é extremamente simples. Não traz controle de cruzeiro, indicador de autonomia e nem sequer um marcador de combustível. Outros pontos negativos destacados ficaram por conta da chave presencial, que funciona, mas para o tanque de combustível e a trava de guidão, ainda é preciso usar a chave física. A operação do assistente de partida em rampa também gerou estranheza. 

Até o momento, a BMW R 18 é oferecida no Reino Unido apenas na versão especial First Edition, que custa 18.995 libras esterlinas, ou cerca de R$ 132,6 mil na conversão direta. Por essa quantia, a publicação concluiu que, por mais que a moto seja divertida para cruzar longas distâncias, acaba por ficar devendo em equipamentos e em qualidade de rodagem em trechos nem tão bem cuidados assim.

BMW R 18
BMW R 18
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!