Brega? Cheia de cromados, Haojue lança a GZ 150

Parceira chinesa da Suzuki lança um novo modelo por lá com toda a pompa de uma estradeira, menos o tamanho
Haojue GZ 150 E

Haojue GZ 150 E | Imagem: Divulgação

Há menos de 10 anos, o mercado de estradeiras de baixa cilindrada era bem servido no Brasil. Eram tempos de motos como Suzuki Intruder, Dafra Horizon e os modelos MVK Fenix e Spyder. As primeiras até condensaram bem o visual de motos grandes em um pacote primeiro, as duas últimas, não. Na China, porém, o visual cheio de cromados e grandes acessórios em uma pequena custom ainda é demandado e a Haojue apresentou por lá a nova GZ 150 E.

Com o lema “Pure American Style”, ou “Puro Estilo Americano”, a moto combina a grande quantidade de cromados, algo típico de estradeiras de grande porte, com pedaleiras montadas em posição avançada e um grande guidão curvado, recuando-o para trás e oferecendo uma postura tradicional de um modelo custom. Na China, a Haojue é parceira da Suzuki e a chinesa foi a responsável pelo desenvolvimento de alguns modelos que a japonesa ofereceu no Brasil. Foi o que o ocorreu com a própria Intruder 125 e as Suzuki Yes 125 e Burgman 125. 

Leia mais: Haojue deve trazer nova trail e custom para o Brasil em 2021

A questão é o tamanho da moto. Com apenas 1,45 m de entre-eixos, a Haojue GZ 150 E é menor que uma antiga Virago 250, aproximando-se mais das medidas de uma Haojue Chopper Road 150. O resultado final acaba ficando um tanto exagerado, ainda mais com os bagageiros laterais que vêm de série na moto.

O motor da GZ 150 E é um monocilíndrico de 150 cm³ refrigerado a ar e dotado de injeção eletrônica de combustível. Rodando apenas com gasolina, ele é capaz de gerar até 11,5 cv de potência e 1,2 kgfm de torque. O propulsor é o mesmo da  DK150 S FI, que a Haojue oferece no Brasil. Por aqui, gera 12,1 cv por causa da da composição da gasolina brasileira.

Haojue GZ 150 E
Haojue GZ 150 E
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!