Com investimento de R$ 100 milhões, Voltz anuncia produção nacional de motos elétricas

Marca de mobilidade elétrica recebeu aportes da empresa Creditas e do fundo de investimentos UVC. Fábrica será inaugurada neste ano em Manaus
Moto elétrica da Voltz: fábrica em Manaus

Moto elétrica da Voltz: fábrica em Manaus | Imagem: Divulgação

A Voltz, uma iniciativa nacional voltada a motocicletas elétricas, anunciou nesta segunda-feira, 24, ter recebido o aporte de R$ 100 milhões de uma rodada de investimentos realizada recentemente. A injeção de recursos foi liderada pela Creditas, empresa especializada em crédito, que investirá R$ 95 milhões, enquanto o restante do montante ficou a cargo da UVC Investimentos, ligado ao grupo Ultra.

Segundo a fabricante, o investimento será usado na implantação de uma linha de montagem nacional em Manaus. A operação tem previsão de ser iniciada ainda em 2021 e com capacidade para 15 mil por mês. “Esperamos que 500 empregos serão gerados com a iniciativa." diz Sergio Furio, CEO da Creditas.

"Com o aporte, podemos executar planos essenciais para alavancar o crescimento da Voltz, como melhorar nossa cadeia de suprimentos com o início da produção em larga escala no Brasil, inauguração de lojas-conceito em diversas localizações estratégicas, lançamentos de novos modelos e projetos de conectividade que redefinirá a mobilidade duas rodas", explicou Renato Villar, fundador da Voltz.

A marca, criada em 2017, vende hoje no mercado dois modelos, a scooter EV1, lançada em 2019, e a moto urbana EVS, que ganhou uma versão dedicada aos entregadores, com bagageiro.

Loja conceito da Voltz
Loja conceito da Voltz
Imagem: Divulgação

A scooter EV1 chega a oferecer 180 km de autonomia e 75km/h de velocidade máxima enquanto a EVS atinge 120 km/h oferecendo a mesma autonomia da scooter. Segundo a Voltz, as baterias dos veículos são portáteis e podem ser carregadas em qualquer tomada. A carga completa de uma bateria leva até 5 horas.

A ideia de Villar é expandir a rede, que hoje conta com apenas duas lojas conceito, uma em São Paulo e outra em Recife, em Pernambuco, seu estado de origem. Além disso, a marca tem 30 showrooms espalhados pelo país, mas as vendas são feitas de forma digital.

A Voltz diz se inspirar na Tesla ao afirmar que a mobilidade elétrica é “a próxima grande revolução no transporte”. Desde o início da operação, a fabricante já vendeu mais de 4 mil unidades de suas motos elétricas.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!