Com motor de Kawasaki, nova Bimota Tesi está próxima da produção

Marca italiana voltará com a revolucionária solução para a suspensão dianteira que não utiliza bengalas
Bimota

Bimota | Imagem: Reprodução internet

Depois de anunciar seu retorno no EICMA, salão de motocicletas que ocorreu em Milão no ano passado, a italiana Bimota vem relatando por meio das redes sociais os estágios de desenvolvimento da nova Tesi, que utilizará o propulsor da Kawasaki H2.

A primeira Bimota Tesi chocou o mundo do motociclismo ao utilizar uma suspensão dianteira sem garfos telescópicos tradicionais, usando uma solução parecida com uma balança traseira, mas utilizada para controlar a roda dianteira e ainda permitir o esterçamento da moto.

Pelas imagens divulgadas pela marca, pode-se ver que a empresa já está terminando de desenvolver a nova Tesi, que adotará o sufixo H2 por conta do motor Kawasaki. A mídia europeia especula que a novidade, com sua suspensão dianteira diferenciada e nada menos que 240 cv de potência, deverá começar a ser vendida na Itália em junho, com preços chegando a 62 mil euros (cerca de R$ 289,7 mil).

Assine a newsletter semanal do AUTOO!
Tags