Ducati Monster chega a 350 mil unidades vendidas

Lançada em 1992, naked média da marca italiana revolucionou o segmento e atinge marco histórico para a montadora
Ducati Monster nº 350 mil foi entregue na Itália

Ducati Monster nº 350 mil foi entregue na Itália | Imagem: Divulgação

Em 1992, a Ducati apresentou a Monster M900. Com isso, dava início a uma família que se tornaria o principal sucesso de vendas da fabricante italiana. Trinta anos depois, com uma Monster 1200 S, a Ducati celebra a marca de 350 mil unidades vendidas da família Monster em todo o mundo.

A Monster número 350.000 foi adquirida por Sebastien Francois Yves Hervé De Rose, que veio de Milão (ITA) até a sede da Ducati em Borgo Panigale (ITA) para fazer a retirada. A moto foi entregue por ninguém menos Claudio Domenicali, CEO da montadora, e por Andrea Ferraresi, diretor de design da marca.

A moto especial ainda é da geração anterior da naked, com o tradicional chassi de treliça exposto. Em dezembro do ano passado, a Ducati apresentou a nova Monster, totalmente repaginada. Uma das alterações foi a troca da estrutura icônica por uma construção mais convencional de alumínio, como nas esportivas. Com isso, garantiu uma redução de peso de 4,5 kg.

Seu motor de dois cilindros em L tem 937 cm³ de capacidade e entrega 111 cv de potência torque máximo de 9,5 kgfm. No Brasil, a Ducati ainda oferece a Monster de geração anterior nas versões 797, que tem preço sugerido de R$ 63.990, e a 1200 S, que pode ser adquirida na mesma cor da unidade número 350.000, com preço sugerido de R$ 89.990.

Ducati Monster 2021
Ducati Monster 2021
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!