Edição 2020 do EICMA, maior salão de motos do mundo, é cancelada

Tradicional evento de motocicletas que ocorre na cidade italiana de Milão é cancelado oficialmente por seus organizadores
Próxima edição do EICMA ficou para 2021

Próxima edição do EICMA ficou para 2021 | Imagem: Franco Vannini

 A edição 2020 do EICMA foi formalmente cancelada. O evento, maior salão de motocicletas do mundo e que ocorre anualmente na cidade italiana de Milão, é um dos mais tradicionais no circuito de salões do setor de duas rodas. No entanto, a organização do evento vinha tendo dificuldades para concretizar a edição deste ano, que ocorreria em novembro.

Desde o início de 2020, o EICMA já tinha perdido a presença de dois grandes nomes do segmento motociclístico. Tanto a austríaca KTM quanto a alemã BMW já tinham informado que não participariam do Salão de Milão, entre outros motivos, para focar esforços e investimentos em eventos direcionados especificamente para o seu atual e potencial público.

Outro grande fator que estava atrapalhando a realização da edição 2020 do EICMA era a pandemia de COVID-19, que levou o governo italiano a proibir a ocorrência de eventos com a expectativa de grandes aglomerações de pessoas. A Itália foi um dos países mais afetados na Europa pela doença. Ainda assim, os organizadores estavam tentando negociar algum tipo de evento virtual que pudesse ser transmitido ao vivo pela internet.

Depois do esgotamento das alternativas, a organização do EICMA comunicou à imprensa que a edição 2020 do Salão de Milão foi cancelado oficialmente. Apesar da notícia negativa, os organizadores do evento afirmaram que agora voltaram seus esforços para a realização do EICMA 2021, que deverá abrir as portas ao público entre os dias 11 e 14 de novembro do ano que vem.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!