Enquanto Norton contrata, Triumph demitirá no Reino Unido

Com vendas de motos médias e grandes em baixa no mundo todo, marca inglesa anuncia reestruturação da operação
Triumph Bonneville 2018

Triumph Bonneville 2018 | Imagem: Divulgação

Após um período atribulado, a tradicional marca britânica Norton acabou encontrando uma luz no fim do túnel após ter sido adquirida pela indiana TVS. Com isso, a marca já voltou até a contratar, mesmo tendo quase falido no final do ano passado. No entanto, o cenário não está positivo para todas as montadoras de motocicletas do Reino Unido.

A Triumph anunciou que “cerca de 400 funcionários” da empresa ao redor do mundo se tornaram redundantes por conta da forte queda de demanda no mercado de motocicletas de alta cilindrada no mundo inteiro em decorrência da pandemia global da Covid-19. Agora, a marca informou que irá se consultar com o quadro de funcionários e espera que 240 demissões das 400 programadas ocorram na sede da empresa no Reino Unido.

A Triumph hoje tem cerca de 2.500 funcionários diretos no mundo inteiro, informando uma comercialização anual de mais de 60.000 motocicletas por meio de 650 concessionários distribuídos globalmente. Nick Bloor, chefe executivo da marca, declarou em comunicado que “são tempos desafiadores para a empresa”.

Segundo o executivo, “a pandemia causou danos significativos no mercado global de motocicletas e, infelizmente, temos que responder e reagir de acordo como empregador responsável e como empresa que investe no futuro”. Até o momento, ainda não há informações de como essa decisão deve impactar a operação da Triumph no Brasil.

Triumph
Triumph
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!