Honda: nova aventureira com motor da Africa Twin pode acontecer

Seguindo o conceito de sport tourer, novidade pegaria mecânica da moto já existente, mas com mais foco na alta performance
Projeção antecipa o que seria uma Honda CB1100X

Projeção antecipa o que seria uma Honda CB1100X | Imagem: Reprodução

Há poucos dias, foi apresentada a Honda CMX1100, nova integrante da família Rebel de estradeiras da marca e a primeira moto da empresa que compartilha do novo propulsor 1100 que estreou com a nova geração da Africa Twin, lançada em setembro de 2019. Utilizar o mesmo motor em diversos modelos é uma estratégia de diluir seus custos de desenvolvimento e a marca pode estar de olho em mais uma novidade com ele.

A imprensa japonesa está ventilando que a Honda já tem em fase de desenvolvimento uma nova aventureira para receber o propulsor da Africa Twin. Ao contrário do modelo original, porém, a novidade teria uma pegada mais focada em alta performance, mantendo as suspensões de longo curso. Seria uma forma de a empresa entrar no crescente segmento das Sport Tourers, como a BMW S1000XR.

O site AutoBy.jp afirmou que esse seria o caminho a ser seguido pela Honda e publicou algumas imagens de projeção para o resultado final. Nas imagens, a nova moto mantém o porte elevado e a postura ereta de condução como na Africa Twin, mas emprega amortecedores dianteiros invertidos e a carenagens mais aerodinâmicas. Optou-se pelo nome provisório CB1100X. 

A nova geração da Honda Africa Twin chegou no ano passado, trocando o motor de 998 cm³ por um de 1.084 cm³. Com isso, a potência foi de 95 cv para 102 cv e o torque subiu ligeiramente, de 10 kgfm para 10,7 kgfm. Já no caso da estradeira CMX1100 Rebel, o mesmo bicilíndrico arrefecido a líquido tem calibração específica, gerando 87 cv de potência máxima 7.000 rpm e 9,9 kgfm de torque 4.750rpm.

Projeção antecipa o que seria uma Honda CB1100X
Modelo teria porte e motor da Africa Twin, mas foco maior em performance
Imagem: Reprodução
Assine a newsletter semanal do AUTOO!