KTM terá motores chineses em nova família 750

Após informações mostrarem planos para modelos elétricos, mais detalhes do Grupo Pierer são vazados para a marca austríaca
KTM 890 Duke R 2020

KTM 890 Duke R 2020 | Imagem: Divulgação

Na última semana, uma série de documentos do Grupo Pierer Mobility foram vazados e contavam os planos das marcas sob a batuta da empresa até 2025. Entre eles, já constavam modelos elétricos para a sueca Husqvarna. Além dessa, a Pierer controla ainda a GasGas e a austríaca KTM, que foi alvo mais recente de novas informações divulgadas extra-oficialmente.

De acordo com o site Motor Beam, os detalhes vazados desta vez mostravam o que está planejado para a KTM. Segundo o documento, a marca prepara uma nova família de modelos com um motor bicilíndrico de 750 cm³, produzidos em parceria com a CFMoto, fabricante chinesa com a qual a austríaca anunciou uma parceria em 2018.

A família 750, então, deverá ser produzida na fábrica da CFMoto em Hangzhou, na China, e os novos modelos atenderão às linhas Duke (naked), Adventure (aventureira) e Supermoto. Ainda não há previsão de lançamento, mas a família 750 não ficará restrita aos motociclistas chineses: segundo o documento do Grupo Pierer, as novidades serão vendidas em diversos mercados ao redor do mundo. Porém, ainda não há data de estreia.

Segundo a publicação, a introdução da nova família de propulsores 750 traria duas vantagens para a KTM. A primeira delas seria a de distanciar mais os atuais modelos 790, que deverão ser descontinuados em favor da novidade, em relação à linha 890 da empresa. Além disso, com algumas motos da família 790 ainda aderentes apenas ao regime Euro 4 de emissão de poluentes, a parceria com a chinesa para os novos motores 750 seria uma forma de baratear os custos de desenvolvimento do propulsor.

KTM 250 Adventure
KTM 250 Adventure
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!