Lenda sobre duas rodas, Vespa completa 75 anos

Famoso modelo italiano surgiu em 1946 e desde então cerca de 19 milhões de unidades foram produzidas
A primeira Vespa lançada pela Piaggio em 1946

A primeira Vespa lançada pela Piaggio em 1946 | Imagem: Divulgação

A Vespa, icônica scooter italiana, acaba de completar 75 anos de existência. O modelo da fabricante Piaggio foi lançado em 1946, logo após a Segunda Guerra Mundial, e desde então nada menos que 19 milhões de unidades foram produzidas.

Para comemorar o feito, a empresa lançou a edição especial de 75º Aniversário sobre o modelo GTS 300. Segundo a Piaggio, a Vespa é produzida ininterruptamente na fábrica de Pontedera, entre Florença e Pisa, na Itália.

A primeira Vespa foi idealizada como uma motoneta voltada à mobilidade individual. Para isso, a montadora repensou o conceito de motocicletas da época, incorporando características como tração direta, câmbio no guidão e um braço oscilante no lugar do garfo tradicional, além é claro, de eliminar o quadro, trocado por uma carroceria.

A Vespa fez sucesso na Itália assim como o Fusca na Alemanha, países que saíram destruídos do conflito. Não demorou para que o modelo ganhasse as ruas e a cultura, representando como poucos a Itália como no filme “Férias em Roma”, dirigido por William Wyler, e com Gregory Peck e Audrey Hepburn nos papéis principais.

Não demorou para que a pequena moto fosse produzida em outros países como a Alemanha, em 1950, e o Reino Unido, no ano seguinte. Dezessete anos após sua chegada ao mercado, a produção atingiu 3,5 milhões de unidades, já a marca de 10 milhões de Vespas foi obtida em 1988.

Em 1996, é lançada a nova geração da Vespa com o modelo ET4 125 cc, que trouxe motor de 4 tempos e transmissão automática. A produção se acelera e a marca de 15 milhões de unidades é atingida.

Em 2008, a Vespa ganhou a versão 300 GTS Super, a mais potente e esportiva da sua história. Já em 2013, a Vespa Primavera volta a ser produzida nas versões de 50 cc, 125 cc e 150 cc. Dez anos depois, a Piaggio cria a Vespa Elettrica, já antenada com o futuro da mobilidade.

Vespa GTS 75th 2021
Vespa GTS 75th 2021
Imagem: Divulgação

No Brasil

A Vespa não demorou muito para chegar ao país. Em 1954, os primeiros modelos importados desembarcaram no país e quatro anos depois um empresário carioca passou a montar as primeiras unidades em território nacional.

A produção, no entanto, durou até 1964 quando a febre das ‘motonetas’ passou. Dez anos mais tarde, a empresa Barra Forte passou a produzir alguns modelos da Piaggio em Manaus, o que durou até 1983.

Após um pequeno intervalo, a Piaggio se associou com a Caloi e a Barra Forte para criar a Motovespa e lançar a Vespa PX 200 em 1985 com enorme sucesso: por incrível que pareça, a mãe de todas as scooter conseguiu superar a CG 125 em vendas naquele ano. Em 1990, no entanto, a empresa fechou.

Apenas em 2016, a Vespa voltou oficialmente ao país, sob a direção da própria Piaggio.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!