Motos 2022: veja 10 modelos esperados para o Brasil

Honda ADV 350, nova geração da Triumph Tiger 12000 e Ducati DesertX estão entre as possíveis novidades. Ano deve ser recheado de novidades no setor de duas rodas.
Suzuki GSX-S1000GT 2022

Suzuki GSX-S1000GT 2022 | Imagem: Divulgação

O ano de 2022 promete grandes lançamentos ao setor de motos no Brasil. Mesmo com a retomada em 2021, muitas novidades que poderiam ter chegado há algum tempo ainda ficaram “represadas”.

É de se esperar novos produtos de Honda, Yamaha, BMW, Harley-Davidson,Ducati, Kawasaki, Suzuki e companhia. Aqui no Motoo, preparamos uma lista com os lançamentos esperados para 2022.

Honda ADV 350

Honda ADV 350
Honda ADV 350
Imagem: Honda

Uma das estrelas do Salão de Milão 2022, o scooter aventureiro Honda ADV 350 era aguardado para o Brasil mesmo quando era apenas um boato.

Ainda não há uma confirmação oficial da marca, mas o modelo intermediário entre o ADV 150 e o X-ADV, de 745 cc, cairia muito bem no país.

O ADV 350 conta com motor monocilíndrico de 330 cc, mesmo que equipa do Forza 350, capaz de render 29,3 cavalos de potência a 7.500 rpm e 31,5 Nm de torque a 5.250 rpm.

Além de robusto para encarar pisos irregulares, o modelo é econômico, de acordo com os dados divulgados pela Honda. Seu consumo fica em 30 km/l, em média, e com seu tanque de 11,5 litros, a autonomia pode chegar a 340 quilômetros. Nada mal!

Triumph Tiger 1200

Triumph Tiger 1200 2022
Triumph Tiger 1200 2022
Imagem: Divulgação

Grande rival da BMW R 1250 GS, a Triumph Tiger 1200 já revelou como devem ser as suas armas para 2022. Como é natural de se esperar, a sua nova geração deve desembarcar no Brasil no próximo ano, mas o preço ainda não está definido.

A aventureira britânica ficou notadamente mais esbelta e moderna; até parece um modelo de menor cilindrada. Mas isso é apenas um engano, pois seu novo motor é um novo tricilíndrico de 150 cavalos de potência a 9.000 rpm, superando em 9 cavalos a sua antecessora.

O torque também foi elevado, passando a 130 Nm, um aumento de 8 Nm. Outro fato que chama bastante atenção é a redução de peso, ficando 25 kg mais leve nesta geração.

Harley-Davidson Pan America

Harley-Davidson Pan America 2022
Harley-Davidson Pan America 2022
Imagem: Divulgação

Muitos fãs da marca, e também os não fãs, devem estar se perguntando como é andar na Pan America. Afinal, é a primeira aventureira de fato da marca norte-americana, nos moldes do que vemos em modelos BMW e Triumph.

Depois de haver uma certa desconfiança sobre a sua viabilidade, a Pan America foi bem recebida no exterior e recebeu boas críticas da mídia estrangeira. Feito especialmente para a moto, o propulsor bicilíndrico Revolution Max de 1.252 cc é capaz de chegar a 145 cavalos de potência e 127,44 Nm de torque.

Será mais uma para encarar a R 1250 GS e Triumph Tiger 1200. Ainda não há nada oficial sobre a chegada ao Brasil em 2022, mas, antes da pandemia, a empresa já havia dito que o modelo seria também vendido por aqui.

Ducati DesertX

Ducati DesertX 2022
Ducati DesertX 2022
Imagem: Divulgação

Honda NT1100 2022
Imagem: Divulgação

Para quem achava que a Multistrada e Scrambler Desert Sled seria o máximo que a Ducati avançaria no off-road, a resposta foi a novíssima DesertX. A moto é a primeira máquina moderna da marca italiana a ter roda de 21 polegadas, na dianteira, e 18 polegadas, na traseira.

O que isso significa? Muito. Com essa configuração, a DesertX se mostra preparada para superar terrenos difíceis e até andar na areia. Seu vão livre entre o chassi e o solo é de 250 mm e o pneu escolhido é o Pirelli Scorpion Rally STR (sem câmara), mais atributos ideais para o off-road.

Já o motor é a última geração do Testastretta, de dois cilindros e 937 cc, que ficou 1,7 kg mais leve; ele atinge 110 cavalos de potência e 92 Nm de torque. Ainda há espaço para os conhecidos sistemas eletrônicos da Ducati, como controle de tração, controle de wheelie, ABS com atuação em curvas e mais.

Kawasaki Z650 RS

Kawasaki Z650RS 2022
Kawasaki Z650RS 2022
Imagem: Divulgação

Os modelos clássicos continuam na moda, e a Kawasaki confirmou que a Z650 RS virá ao Brasil em 2022. Será mais uma opção para competir com Royal Enfield e Triumph, em um segmento que reúne uma roupagem retrô, mas com mecânica moderna.

A base da RS é a naked Z650, assim a motoca conta com motor de 2 cilindros, de 649 cc, que atinge 68 cavalos de potência. Para a estética, a inspiração vem da B1, de 1977.

Por isso,vemos um simpático farol redondo na dianteira, mas não desaponta, trazendo luz de LED. A marca japonesa ainda não cravou a data de lançamento, mas é esperado que o modelo chegue às lojas não antes do 2º semestre.

(Harley-Davidson) LiveWire One

LiveWire One 2022
LiveWire One 2022
Imagem: Divulgação

Quando foi lançada mundialmente, em 2019, a primeira moto elétrica da Harley-Davidson estava prevista para ser lançada no Brasil. De lá para cá, muita coisa mudou, e a moto acabou não desembarcando no país.

Em uma nova estratégia, a H-D desmembrou sua linha de elétricas para uma nova marca, que levou o nome de LiveWire. Por enquanto, existe apenas um modelo: a One, que segue com a base vista na primeira elétrica da Harley.

O motor elétrico da LiveWire Onde rende 100 cavalos de potência e 114 Nm de torque. Não há uma confirmação da empresa sobre o lançamento no país, mas seria muito interessante ver este modelo no mercado brasileiro, sem nenhum concorrente direto.

Honda NT 1100

Honda NT1100 2022
Honda NT1100 2022
Imagem: Divulgação

As touring são conhecidas pelo extremo conforto. Quase um “sofá sobre rodas”, elas também são bem pesadas. A solução estão nas tourer, mais leves e ainda com grande foco no bem-estar do motociclista. Em 2021, a Honda chamou atenção com a inédita NT 1100.

O modelo conta com ampla proteção aerodinâmica, com carenagens e bolha dianteira, além de amplo assento. Como base, a moto traz o consagrado conjunto motriz da Africa Twin 1100.

Seu bicilíndrico em paralelo de 1.084 cc rende 100 cavalos de potência e 104 Nm de torque. Para o câmbio, há opção manual ou DCT (dupla embreagem). A NT 1100, inclusive, já teve seu desenho registrado no Brasil, apesar de isso não garantir que o modelo desembarcará por aqui.

Yamaha Tenere 700

Yamaha Super Ténéré 1200 2019
Yamaha Super Ténéré 1200 2019
Imagem: Divulgação

Passa ano, entra ano, e a Ténéré 700 continua aguardada para o Brasil. A empresa sempre diz que “não fala sobre futuros lançamentos”, então continuamos sem saber se o modelo pode finalmente chegar em 2022.

O modelo tem feito sucesso por onde passa. Seu motor de dois cilindros, de 689 cc, atinge 73 cavalos de potência e 68 Nm de torque. Isso unido a um conjunto de suspensões robusto e um nome lendário fazem da Ténéré um sucesso quase que garantido por aqui.

Mas o problema para a vinda da moto estaria em sua homologação. O projeto teria que passar por alterações para se enquadrar nas normas de emissões de ruídos brasileiras, e muito provavelmente perderia potência. Isso tudo deixa o futuro da Ténéré incerto.

Suzuki GSX-S1000 GT

A representante da Suzuki no Brasil já “quase confirmou” que a novíssima GSX-S 1000 GT será lançada no país, apesar de ainda não dar detalhes de quando isso aconteceria.

Utilizando como base a esportiva GSX-S1000, a marca japonesa criou esta nova tourer, uma verdadeira estradeira para longas viagens, mas mantendo grande esportividade.

O motor de 4 cilindros e 999 cc rende 152 cavalos de potência e 106 Nm de torque.

BMW R18

BMW R 18 B 2022
BMW R 18 B 2022
Imagem: Divulgação

Lançada mundialmente durante a pandemia, a R18 é uma nova incursão da marca alemã no segmento das custom, ou seja, para competir com a Harley-Davidson.

Talvez a crise mundial tenha atrasado um pouco a vinda do modelo ao Brasil, mas é certo que a montadora analisa lançar o modelo. Com visual bem elegante, a R18 traz um enorme boxer de 1.800 cc com foco em torque: são 16 Nm.

Como manda nos modelos da categoria, a potência é menos chamativa, com 92 cavalos. A família ainda conta com opções Transcontinental e R 18 B.

A Hornet vem?

Em algum momento, a autêntica nova Hornet deve vir ao Brasil. Infelizmente, isso deve demorar um pouco. Como o modelo ainda não foi lançado nem na Europa, algo que deve acontecer em 2022, a previsão mais palpável é ver o seu retorno ao mercado brasileiro somente em 2023.  

Honda Hornet 2022
Honda Hornet 2022
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!