MV Agusta já vendeu todas as Superveloce Alpine

Resultado da parceria entre a montadora italiana e a divisão da Renault viu todas as unidades esgotarem rapidamente
MV Agusta Superveloce Alpine

MV Agusta Superveloce Alpine | Imagem: Divulgação

Na semana passada, a MV Agusta anunciou a chegada da Superveloce Alpine para os mercados da Europa. Baseada na Superveloce de produção, a série especial foi desenvolvida em parceria com a divisão esportiva da Renault. Foi informado que apenas 110 unidades da moto seriam fabricadas, fazendo menção ao Alpine A110, principal modelo da francesa.

No entanto, a empresa acaba de divulgar que todas as MV Agusta Superveloce Alpine já foram vendidas. E tudo isso aconteceu apesar de cada unidade custar 36.300 euros, ou cerca de R$ 221 mil na conversão direta da moeda. Timur Sardarov, CEO da marca italiana, afirmou que “o desenvolvimento e lançamento de novos modelos é parte da estratégia que adotamos há dois anos. O sucesso da Superveloce Alpine é a prova de que estamos no caminho certo”.

A motocicleta foi desenvolvida pelo Monaco Design Studio, divisão da MV Agusta especializada em criar modelos especiais. Os profissionais italianos trabalharam em conjunto com os designers franceses para criar a Superveloce Alpine, que traz uma pintura especial em azul, mesmo tom usado no A110, além de detalhes que remetem ao carro.

A mecânica da MV Agusta Superveloce Alpine não recebeu novidades. Ela continua com o mesmo propulsor da Superveloce comum: três cilindros em linha de 798 cm³ capaz de entregar 147 cv a 13.000 rpm e empurra a moto até os 240 km/h de velocidade máxima. O pacote eletrônico dispõe de sistemas de assistência como controle de torque com quatro opções e  controle de tração de oito níveis.

MV Agusta Superveloce Alpine
MV Agusta Superveloce Alpine foi inspirada no Alpine A110, à direita
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!