Novo PCX 125 é uma das 7 estreias da Honda para 2021

Marca fará investida de lançamentos no mercado Europeu. Modelos se adequam às restritivas regras de emissões do continente
Linha 2021 da Honda na Europa introduziu sete novidades

Linha 2021 da Honda na Europa introduziu sete novidades | Imagem: Divulgação

Com a entrada em vigor das normas Euro 5 chegando, a Honda atualizou uma série de modelos de sua linha europeia que devem desembarcar por lá em breve, já como linha 2021. Além de ajustes nos motores, a marca também aproveitou a oportunidade para aplicar atualizações em alguns modelos, mas os preços ainda não foram revelados.

SH e PCX: linha de scooters se renova

Da esq. para a dir.: Honda SH 350i, Honda SH Mode 125 e Honda PCX 125
Da esq. para a dir.: Honda SH 350i, Honda SH Mode 125 e Honda PCX 125
Imagem: Divulgação

Depois de dar os primeiros detalhes sobre a nova SH 350i, a Honda confirmou que o modelo 2021 substituirá a linha SH 300i. Ainda sem muitas informações disponíveis, a novidade terá o visual revisado e adotará o motor de 330 cm³ do Forza 350. Além das linhas repaginadas, o scooter trará faróis de LED, pisca-alerta, painel de instrumentos digital, carregador USB, chave presencial e modos de condução selecionáveis.

Saiba mais: novo Honda ADV 150 tem estreia confirmada para novembro no Brasil

Enquanto o menor modelo da família SH no Brasil é o SH 150i, os europeus também podem contar com o SH Mode 125 caso busquem uma solução mais prática para a mobilidade sem perder o charme das linhas retrô características destes modelos. Em diversos países da Europa, scooters com motores de até 125 cm³ podem ser conduzidos sem necessidade de uma habilitação específica para motos.

Sem informar a potência, a Honda afirmou que o motor está potente e contará com o sistema start/stop. Junto a um chassi mais leve, a Honda promete um consumo de até 47,6 km/l para o SH Mode. O scooter também está com o espaço maior para os pés do condutor e mais capacidade para os porta-trecos. Traz ainda carregador USB, chave presencial, faróis de LED e novas rodas.

Seguindo a mesma filosofia e também com o novo motor 125, o PCX 125 2021 ganha os modos de condução selecionáveis e o sistema start-stop. O scooter da Honda agregou ainda amortecedores de curso mais longo e rodas com pneus maiores. O espaço sob o banco agora acomoda 30,4 litros e o modelo passa a contar ainda com carregador USB.

Novidades para as Neo Sports Cafe

Honda CB 1000R 2021
Honda CB 1000R 2021
Imagem: Divulgação

A linha de nakeds com visual inspirado em modelos antigos da Honda também passou por renovações. Começando pela CB1000R, a moto recebeu um novo farol, agora em formato de gota e levemente inclinado para trás. O subconjunto traseiro foi redesenhado e a moto ganhou novas rodas. Haverá ainda uma nova versão Black Edition, com nova pintura Deep Granite Black e acabamentos escurecidos para faróis, acabamentos do motor e do sistema de escape. A moto teve o sistema de injeção de combustível revisado, ganhando ainda conectividade via Bluetooth e um novo painel de instrumentos digital com tela de 5 polegadas.

Na Europa, a marca oferece variantes de entrada para suas linhas de produtos e não é diferente para as Neo Sports Cafe. Assim, a CB125R também foi renovada. O motor monocilíndrico é novo, com 4 válvulas e arrefecimento a líquido. Ele passa a entregar 14,9 cv de potência (limite para a habilitação de motos europeia para iniciantes). A suspensão dianteira é da Showa e passa contar com bengalas de funções separadas. A pequena esportiva conta ainda com faróis de LED, painel de instrumentos digital e ABS com sensor inercial.

Novas aventureiras

Honda X-ADV 2021 (esq.) e Honda NC750X 2021 (dir.) ao lado da Africa Twin
Honda X-ADV 2021 (esq.) e Honda NC750X 2021 (dir.) ao lado da Africa Twin
Imagem: Divulgação

Por último, a Honda anunciou alterações para o scooter X-ADV e para a aventureira NC750X. Ambas compartilham do motor de dois cilindros que foi revisado para entregar agora 58,4 cv de potência em associação a uma transmissão de dupla embreagem. Assim como as esportivas, os modelos aventureiros também agregam um sistema de comando de voz via Bluetooth.

A dupla de aventureiras também passa a contar com acelerador eletrônico e modos de condução selecionáveis. Além da intensidade de entrega de força, as opções interferem ainda nos pontos de troca de marcha do câmbio automatizado. Três modos estão pré-programados, sendo um customizável. No caso da NC, a moto agora está 6 kg mais leve.

O visual da NC750X foi levemente renovado, contando com um novo para-brisa. Com o tanque abaixo do assento, a aventureira ainda tem  um espaço no lugar do tanque tradicional, que teve a capacidade aumentada para 23 litros e ganhou carregador USB. O painel de instrumentos tem uma nova tela de LCD e pisca-alerta. Por último, a altura do banco foi reduzida em 30 mm.

O X-ADV também ficou mais leve, com 3 kg a menos. Ganhou ainda novo para-brisa, porta-luvas renovado no escudo frontal com 1,2 litro de capacidade e o espaço sob o assento ganhou um carregador USB e mais capacidade. Agora pode-se acomodar até 22 litros por lá. A tela digital do painel de instrumentos também é nova.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!