Por R$ 403 mil, Bimota abre reservas da nova Tesi H2

Motocicleta com suspensão dianteira única já pode ser comprada e terá motor de Kawasaki H2 para garantir o desempenho
Bimota Tesi H2

Bimota Tesi H2 | Imagem: Divulgação

Depois de anunciar seu retorno no EICMA, salão de motocicletas que ocorreu em Milão no ano passado, a italiana Bimota vem desenvolvendo a nova Tesi, que utilizará o propulsor da Kawasaki H2. Agora, a empresa anunciou que os interessados já podem efetuar a reserva por uma unidade. Cada uma das 250 Bimota Tesi H2 fabricadas para o mercado europeu custará 64 mil euros (R$ 402,9 mil).

A primeira Bimota Tesi chocou o mundo do motociclismo ao utilizar uma suspensão dianteira sem garfos telescópicos tradicionais, usando uma solução parecida com uma balança traseira, mas utilizada para controlar a roda dianteira e ainda permitir o esterçamento da moto. A mesma solução permanece agora na Tesi H2, que utiliza braços de alumínio.

Apesar de o propulsor ser o mesmo de Kawasaki H2, a Bimota aplicou algumas alterações. Ainda trata-se do motor de quatro cilindros em linha de 998 cm³ com arrefecimento a líquido e sobrealimentação por compressor de ar, mas a italiana está utilizando pistões que aumentam a taxa de compressão. Com isso a potência declarada pela Bimota é de 234 cv de potência a 11.500 rpm e 14,3 kgfm de torque a 11.000 rpm.

Segundo a montadora italiana, a Tesi H2 tem um peso declarado de 206 kg, ou 9 kg a menos que a Kawasaki H2, apesar do sistema de suspensão e chassis diferenciado. Até o momento, a Bimota afirma que, enquanto apenas o público europeu pode efetuar uma reserva, informará se a motocicleta será oferecida nos demais mercados apenas no lançamento oficial.

Bimota Tesi H2
Bimota Tesi H2
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!