Voltz esclarece pausa nas vendas para solucionar atrasos nas entregas de suas motos

Marca de motos elétricas diz que recebe apenas reservas para seus produtos até que situação seja normalizada; leia entrevista exclusiva na íntegra
Loja conceito da Voltz

Loja conceito da Voltz | Imagem: Divulgação

O MOTOO mostrou em reportagem exclusiva a insatisfação de clientes com o prazo de entregas da Voltz Motors. Para esclarecer alguns pontos da situação e entender algumas medidas tomadas pela fabricante para amparar os clientes, nossa equipe realizou uma série de perguntas sobre os prazos, problemas para obter a documentação das motos e a inauguração da fábrica em Manaus. Abaixo, segue a entrevista na íntegra:

Qual o posicionamento da Voltz quanto às constantes reclamações de atrasos na entrega de suas motos?

O supply chain dos produtos Voltz é totalmente dependente da China. A pandemia desordenou toda a logística e fabricação mundial, levando várias empresas a perderem o "time"  de produção e descumprir prazos com seus clientes. Com a Voltz não foi diferente, atrasamos também. Mas erramos pela segunda vez em ser otimista e acreditar que as coisas iriam "entrar nos eixos" novamente. Não entrou e novamente atrasamos o prazo combinado. Mas encaramos o problema e para amenizar, foi disponibilizado voucher de Uber e 99 para os clientes com prazos atrasados. Sabemos que o auxílio Uber e 99 é um paliativo e o que todos querem mesmo é a Voltz. Mas ficamos felizes em ver que a taxa de cancelamento foi muito baixa (-8%).  Mesmo com tanto atraso, a maioria ainda confia na marca Voltz. 

O que tem sido feito para resolver o problema?

Nossa primeira ação foi parar de vender, hoje o consumidor apenas paga um valor de R$500 para reservar sua Voltz. Quando a moto dele entrar na linha de produção e o chassi existir, ligamos para o consumidor e finalizamos o pagamento.  Assim, ninguém se sente lesado por ter pago e não ter recebido a moto. Essa ação foi tomada justamente por não confiar mais no mercado mundial, onde a cada dia a regra muda e ficamos sem opção para resolver, ocasionando frustração dos nossos clientes. 

Com a inauguração da fábrica, o prazo de entrega das motos deve ser reduzido? Para quando está programada a inauguração?

Sim, a fábrica Inicia as operações oficial dia 30 de maio, com isso vamos ter muito mais controle e menos problemas externos. Acreditamos que em Outubro tudo se normaliza. 

Qual o prazo médio de entrega padrão da marca? Por que nem sempre é possível cumprí-lo?

A Voltz mudou o formato de como comprar e receber uma moto, hoje o cliente recebe na porta de casa a sua Voltz, gerando uma super experiência. Acreditamos que quando normalizar em outubro com a fábrica, teremos motos a pronta entrega para ser despachada para a casa do cliente. Então o prazo será o tempo de sair da fábrica até a residência do Volterz. 

 
Alguns clientes comentaram sobre a iniciativa de vouchers para Uber e também aluguel de motos para quem não recebeu sua moto. Como funcionam essas iniciativas? Há mais iniciativas como essas para amparar os clientes?

Desde Abril de 2021 iniciamos essa ação a fim de amenizar a frustração dos consumidores por não receber a Voltz no prazo. Oferecemos vouchers de R$ 200 para todos, podendo o cliente solicitar novos voucher quando for preciso até receber sua Voltz. Essa ação até hoje nos custou 3 milhões de reais. E não para por ai, muitos receberam um ano grátis de seguro também. Nosso compromisso é não deixar ninguém a pé ou insatisfeito.

Sobre o problema no cadastro BIN que atrasa a documentação das motos, o que tem sido feito quanto a isso?

Este problema não acontece mais. Atualmente todas as motos que saem do nosso CD, já saem com a BIN cadastrada e o ATPV (Renave) está sendo realizado em até 48h após os faturamentos. 

No site Reclame Aqui, a Voltz Motors aparece com nota 5,5%, sendo que o principal problema relatado é o descumprimento de prazo (17%). Qual o posicionamento da empresa sobre isso?

Sempre deixamos claro que erramos por excesso de otimismo, erramos em acreditar que a pandemia e fatores externos de logística e mercado internacional não poderiam atrapalhar como atrapalhou nosso compromisso com os Volterz. Em detrimento disso, não deixamos nenhum Volterz na mão, oferecendo o voucher de Uber e 99, como também sempre deixamos como segunda opção o cancelamento. Devido a isso, nossos esforços deram certo e a taxa de cancelamento ficou abaixo da média.

VEJA TAMBÉM: