Yamaha celebra 50 anos no Brasil com réplica de moto clássica

Comemoração recria a primeira motocicleta fabricada pela marca japonesa. Customização usou por base a Factor 125
Réplica da Yamaha YA-1 (Red Dragonfly) celebra 50 anos da marca no Brasil

Réplica da Yamaha YA-1 (Red Dragonfly) celebra 50 anos da marca no Brasil | Imagem: Divulgação

Depois de apresentar a segunda geração do scooter NMax 160, a Yamaha continuou comemorando. O motivo da celebração são os 50 anos de atuação da marca nipônica no mercado brasileiro. Para isso, recriou o primeiro modelo da marca no mundo, a Red Dragonfly, feita em 1955 no Japão. A réplica foi montada em parceria com a oficina Bendita Macchina usando por base a Factor 125 atual. A recriação foi toda feita à mão, incluindo a carenagem.

A Yamaha Red Dragonfly original vinha com um motor de dois tempos, refrigerado a ar, com 125 cm³. Seu nome correto era YA-1 e, uma de suas inovações na década de 1950 foi a pintura em vermelho, em tempos onde as motos eram todas pretas no Japão. Logo após seu lançamento, foi a campeã da Corrida de Subida do Monte Fuji, uma das maiores do país.

Réplica da Yamaha YA-1 (Red Dragonfly) celebra 50 anos da marca no Brasil
Base é da Yamaha Factor 125, mas resultado ficou irreconhecível
Imagem: Divulgação

Da Yamaha Factor 125 sobrou pouco. A customizadora manteve apenas o motor e a porção central do chassi. Foi instalado um novo tanque, mais arredondado para se manter fiel à moto original. Toda a parte de carcaça de farol, paralamas e carenagens foi feita a mão com chapas de aço, incluindo detalhes como o banco solo com molas, o enfeite na roda dianteira e o bagageiro sobre a roda traseira. A suspensão foi toda substituída.

Optou-se pelo uso de rodas raiadas e freios a tambor, como na Red Dragonfly originalmente feita pela Yamaha em 1955. Até mesmo a pintura se manteve fiel à primeira moto da marca, mesclando um vermelho mais profundo com branco. Como na época a maioria das estradas era de terra, usou-se pneu traseiro com cravos. Destaque também para o escape, com ponteira em formato de “rabo de peixe”, como era comum nos anos 1950.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!