Depois da Harley, Indian também para produção nos EUA

Marca é a segunda do mercado norte-americano a adotar medidas por conta do avanço da Covid-19
Indian Super Scout "boardtracker"

Indian Super Scout "boardtracker" | Imagem: Divulgação

No último dia 20 de março, a Harley-Davidson seguiu os passos de outras montadoras europeias de motocicletas e anunciou a paralisação de suas atividades fabris. Foi a primeira fabricante do mercado norte-americano a tomar tal atitude por conta da expansão global da Covid-19. No Brasil, marcas do Polo Industrial de Manaus já pararam, ou vão parar em breve.

Agora, foi a vez da Indian ir pelo mesmo caminho nos EUA. Uma semana após a Harley-Davidson anunciar que suspenderia a produção por lá, a Polaris (proprietária da marca Indian) confirmou que também fechará temporariamente cinco fábricas nos EUA e mais duas fora daquele país. Cerca de 650 trabalhadores serão afetados segundo a empresa.

De acordo com o comunicado da Indian, a suspensão das atividades deve durar uma semana. Até o momento, a justificativa da empresa para essa pausa em suas operações seria a queda na demanda no mercado atual. A marca afirmou qualquer moto completa que já estiver nos estoques será enviada para os revendedores e que continuará a produzir veículos considerados essenciais, incluindo aqueles fabricados para as forças militares dos EUA.

Indian Scout Bobber 2020
Indian Scout Bobber 2020
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!
Tags