NMax supera PCX entre os scooters mais vendidos na 1ª quinzena de janeiro

Ranking parcial de emplacamentos do mês mostra modelo da Yamaha superando o da Honda no acumulado do período
Honda PCX e Yamaha NMax de nova geração

Honda PCX e Yamaha NMax de nova geração | Imagem: Motoo

Com o início de 2021, o mercado de motocicletas 0km está se ajustando à retomada da produção e também à nova realidade em um cenário de recuperação pós-pandemia. Assim, os dados de emplacamentos de janeiro até o dia 17, fornecidos pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) mostraram importantes mudanças.

Só que tais mudanças não estão no topo do ranking. Lá, aparecem as mesmas motos de sempre. A Honda CG 160 segue na liderança isolada após ter comercializado 12.979 unidades no período. Ela é seguida pela Honda Biz, na vice-liderança com 6.468 unidades comercializadas, e pela Honda Bros 160 (4.532 unidades).

Saiba mais: PCX ou NMax? Será que o Yamaha renovado supera o Honda?

Yamaha NMax 2021
Yamaha NMax 2021
Imagem: Divulgação

A segunda metade do ranking, por outro lado, está bem diferente. Pela primeira vez, o Yamaha NMax 160 superou as vendas do seu principal rival entre os scooters, o Honda PCX 150. Respectivamente, emplacaram 1.224 unidades e 1.205 unidades. Vale lembrar que o NMax 160 ganhou uma nova geração no final do ano passado. Com essa mudança, a Yamaha passou a ter quatro das dez motos mais vendidas do país no período.

As 10 motos mais vendidas na primeira quinzena de janeiro de 2021

1° Honda CG 160 - 12.979 unidades
2° Honda Biz - 6.468 unidades
3° Honda NXR 160 Bros - 4.532 unidades
4° Honda Pop 110i - 2.820 unidades
5° Honda CB 250F Twister - 1.419 unidades
6° Yamaha NMax - 1.224 unidades
7° Yamaha Fazer 250 - 1.207 unidades
8° Honda PCX 150 - 1.205 unidades
9° Yamaha XTZ 150 Crosser - 1.132 unidades
10° Yamaha YBR 150 Factor - 1.081 unidades

Honda PCX 2019
Honda PCX 2020
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!

Tudo sobre a Yamaha NMax

Yamaha NMax