“Substituímos um dos automóveis de casa por uma moto e ficamos muito satisfeitos com a troca”. Esta afirmação é o que muitas famílias gostariam de ouvir antes de decidir trocar um dos carros da casa por uma motocicleta. Trata-se de uma mudança de estilo de vida, porém, é algo que vem se tornando comum nas grandes cidades.

Para oferecer informações e opções de escolha aos nossos leitores, avaliamos quatro modelos de scooters fabricados pela Honda no Brasil com diferentes faixas de preços e opções de uso, são eles: Elite 125, PCX 150, SH 150i e SH 300i.

Durante semanas utilizamos estes scooters como substituto do automóvel. Enfrentamos chuva, frio, dias de calor intenso, enfim todos tipos de clima que estamos expostos em um grande centro urbano como é o caso da cidade de São Paulo.

Usamos os modelos para vários compromissos, nos mais diversos horários. Como é possível observar, as motocicletas vem cada vez mais ganhado espaço nas grandes cidades frente os automóveis. Veja nossa reportagem recente sobre o assunto.

Por que o scooter?

Os scooters provaram ser a porta de entrada para o mundo das duas rodas. A facilidade na pilotagem, o fato de não ter que se preocupar com as trocas de marchas e a praticidade do uso ajudaram no sucesso da categoria. Basta ligar e acelerar.

Além disso, o scooter oferece maior proteção ao corpo em caso de acidente e, pensando na questão da segurança, são bem menos visados que as motocicletas.

Muitos pilotos de scooters nunca tiveram experiência anterior no mundo das duas rodas e são pessoas que estão entrando para o segmento, portanto nada mais lógico que ter mas mãos um modelo fácil de ser operado.

Acompanhe nossa avaliação, e veja qual scooter vai se adaptar ao tamanho do seu bolso e atender ao uso pretendido:

Honda Elite 125 – Preço R$ 8.500

Por ser um scooter leve, no caso de 104 kg, qualquer membros da família vai ter facilidade em pilotar, mesmo os menos experientes. O Elite 125 se mostrou perfeito para o uso diário. Confortável e rápido o suficiente para deslocamentos curtos, ele é fácil de manobrar e estacionar e, de uma forma resumi, basta apenas ligar e acelerar.

Se o deslocamento for mais longo e exigir trafegar em rodovias, o piloto vai encontrar algumas restrições, como instabilidades em velocidades acima dos 100 km/h, menor sensação de segurança e desconforto depois de algumas horas de pilotagem.

As rodas de raio aro 12” na dianteira e 10” na traseira torna a suspensão mais dura e o piso irregular se faz sentir fortemente. Ficou claro que o Elite 125 foi pensado para a cidade. O conjunto de freio é disco na dianteira e tambor na traseira, portanto requer um atenção maior do piloto, é importante evitar freadas de emergência.

Os freios vem com sistema CBS de freios combinados, logo, quando é acionado o freio traseiro, um percentual de força aciona também o dianteiro, que que evita acidentes principalmente para os pilotos menos experientes. Se este modelo, vem ao encontro do que você pretende, vale a pena conferir mais detalhes na nossa avaliação completa do modelo.


Honda PCX 150 – Preço R$ 11.990 versão CBS, R$ 13.190 com ABS e R$ 13.590 para as configurações DLX ABS e SPORT ABS

Este é o scooter da Honda com maior número de opções, seja em termos de valores bem como versões.

O peso de 126 kg do PCX 150 o coloca em uma posição intermediária entre o SH 150i e o SH 300i, deixando as manobras simples e fáceis. O PCX 150 conta com rodas de liga leve aro 14”, suspensão traseira com dois amortecedores e garfo telescópico na frente de 100 mm de curso, conjunto que faz com que o PCX trafegue por pisos irregulares e buracos de uma forma mais confortável para o piloto e quem estiver na garupa.

A posição de pilotagem do PCX também é mais esportiva. A colocação dos pés tem duplo posicionamento: no assoalho, como é comum nos scooters, e mais inclinada como nas motocicletas. A aceleração e as retomadas de velocidade são compatíveis com o motor de 149,3 cc, mesmo levando um piloto mais pesado. Para se aprofundar mais sobre o PCX, consulte nossa avaliação.

HONDA SH 150i – Preço R$ 12.700

O peso de 129 kg vai exigir mais do piloto em termos de adaptação e treinamento, principalmente para que nunca pilotou em duas rodas, porém nada muito complicado. O sistema de freio a disco tanto na dianteira como na traseira, oferece maior segurança.

As rodas de liga leve aro 16” são superiores em relação aos demais modelos pelo maior conforto e segurança que proporcionam. Em pisos irregulares o SH 150i sofre menos com lombadas e buracos. Os deslocamentos mais longos podem ser feitos com velocidades acima dos 100 km/h. Frente a Elite 125 , você vai se sentir mais seguro, mesmo assim o SH 150i é está mais voltado para o uso urbano, sem decepcionar em viagens curtas. Veja aqui nossa avaliação mais completa.
 

HONDA SH 300i - Preço R$ 23.590 e R$ 24.090 na versão Sport

Com peso de 162 kg, são 40 kg a mais que o modelo 150, exigindo maior perícia do piloto. Os freios a disco vem com sistema ABS, contando assim com outro patamar de segurança. A SH 300i vem com bancos largos, confortáveis e macios.

Outro destaque muito útil é o para-brisa, que nos dias de chuva e frio, é uma excelente proteção. O motor de 300 cc garante melhor performance tanto para o uso urbano como nas viagens mais longas. Percursos com mais de 3 horas tornam-se mais confortáveis e menos cansativos pilotando o SH 300i em relação aos outros modelos apresentados aqui. As rodas de aro 16”, os pneus mais largos e mais altos proporcionam ao piloto e garupa menos impactos nas lombadas e em pisos irregulares, portanto uma condução bastante confortáve.

A avaliação completa do modelo SH 300i você pode conferir aqui.

Conclusão

Sair de um carro para uma moto exige um certo tempo de adaptação. Existem inúmeras decisões a serem pensadas antes da tomada de decisão. Se a sua busca é por mobilidade e agilidade, qualquer um dos modelos apresentados acima vai lhe atender. Se, além disso, você precisa de algo a mais, é importante analisar o que cada modelo pode oferecer mediante o valor investido e o uso no dia a dia. De nossa parte, durante a troca por cerca de dois meses do carro por uma moto, o maior ganho em mobilidade e rapidez nos deslocamentos nos mostrou que a troca é interessanteme mesmo em dias de chuva e frio.

 

 

 

Honda PCX 2020
Honda PCX 2020
Imagem: Divulgação

 

 

 

Experiente motocicista há mais de 30 anos, José Luiz é um designer amante das duas rodas e colabora com suas avaliações no Motoo

José Luiz Lazzari | http://www.jlldesign.com.br/