Yamaha confirma participação no EICMA em novembro

Fabricante decidiu comparecer ao maior salão de motocicletas do mundo por conta do avanço da vacinação contra o Covid-19
Estande da Yamaha no EICMA

Estande da Yamaha no EICMA | Imagem: Divulgação

Após um período de incertezas causado pela pandemia, a Yamaha anunciou nesta quarta-feira, 14, que irá participar do EICMA 2021, o maior salão de motocicletas do mundo. O evento, realizado em Milão, na Itália, ocorrerá entre os dias 23 e 28 de novembro.

A fabricante justificou a decisão por conta do avanço da vacinação contra a Covid-19 além da redução das restrições sociais na Europa e na Itália em particular.

“A decisão de participar da EICMA não foi fácil de tomar por razões óbvias. No entanto, depois de observar a tendência relacionada à evolução do COVID-19 e de sermos reafirmados pela organização EICMA de que podemos oferecer um ambiente seguro para todos os visitantes, ao mesmo tempo que lhes permite vivenciar o evento em sua plenitude, acreditamos que é o certo decisão de apoiar o retorno de tal evento”, disse Eric de Seynes, CEO da Yamaha Motor Europe.

A Yamaha revelou também que seu estande no salão será maior do que em 2019 para evitar aglomerações do público.

O EICMA será uma grande oportunidade para conhecer de perto a nova linha de motos da Yamaha que inclui a recém lançada YZF-R7.

Yamaha R7 2022
Yamaha R7 2022
Imagem: Divulgação

Brasil terá de esperar mais um ano

Se na Europa, a pandemia parece mais controlada a ponto de permitir grandes eventos, no Brasil o número elevado de casos e o programa de vacinação ainda ganhando velocidade motivaram os organizadores do Salão Duas Rodas a postergar o evento para 2022.

A próxima edição está marcada para os dias 1 a 6 de novembro, ou seja, um ano após o EICMA. Enquanto isso, a Reed Alcantara tem promovido test-drives virtuais no site do evento.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!